Flamingos
O Portal dos Observadores de Aves - avesdeportugal.info
Observações de flamingos no estuário do Tejo
1981
225 inds. em Janeiro (Airo 3-2)

1982
25 inds. em Janeiro (Airo 3-2)

1983
5 inds. em Janeiro (Airo 3-2)

1986
33 inds. em Janeiro (Airo 3-2)

1988
150 inds. em Janeiro (Airo 3-2)

1989
240 inds. em Janeiro (Airo 3-2)

1990
21 inds. em Janeiro (Airo 2-2)
48 inds. em Fevereiro (Airo 2-2)
38 inds. em Março (Airo 2-2)
35 inds. em Abril (Airo 2-2)
30 inds. em Junho (Airo 2-2)
415 inds. em Julho (Airo2-2)
450 inds. em Agosto (Airo 2-2)
954 inds. em Setembro (Airo 2-2)
1955 inds. em Outubro (Airo 2-2)
800 inds. em Novembro (Airo 2-2)
70 inds. em Dezembro (Airo 2-2)

1991
336 inds. em Janeiro (Airo 3-2)

1992
350 inds. em Janeiro (Airo 3-2)
700 inds. em Fevereiro (Airo 3-2)
750 inds. em Março (Airo 3-2)
1100 inds. em Abril (Airo 3-2)
1471 inds. em Maio (Airo 3-2)
1960 inds. em Junho (Airo 3-2)
1920 inds. em Julho (Airo3-2)
1740 inds. em Agosto (Airo 3-2)
2008 inds. em Setembro (Airo 3-2)
1385 inds. em Outubro (Airo 3-2)
1378 inds. em Novembro (Airo 3-2)
2005 inds. em Dezembro (Airo 3-2)

1993
2781 inds. em Janeiro (Airo 4-2)

1994
1284 inds. em Janeiro (Airo 5-1)

1995
1670 inds. em Janeiro (Airo 7-1)

1996
53 inds. em Janeiro (Airo 7-2)

1997
177 inds. em Janeiro (Airo 8)


2017
12000 inds. contados no estuário em Outubro, um recorde nacional (Fonte: Wilder)



Os dados para o estuário do Tejo encontram-se incompletos, mas oportunamente será
adicionada a informação em falta.

Alguns aspectos devem ser realçados:
  • de 1992 a 1995 os números foram especialmente elevados, coincidindo com
    um período de seca prolongada na Peninsula Ibérica
  • ao longo do ano de 1992, verificou-se um aumento progressivo do número de
    flamingos presentes na zona, culminando num máximo de 2781 indivíduos em
    Janeiro de 1993, - esta observação permanece até hoje como a maior
    concentração de flamingos registada em Portugal ate essa data
  • os dois Invernos seguintes foram especialmente chuvosos, o que se traduziu
    numa quebra muito acentuada do número de efectivos
O estuário do Tejo é o principal local de
ocorrência de flamingos em Portugal. A
espécie pode ser observada durante todo
o ano, muitas vezes formando vastos
lençóis rosados que se estendem até ao
horizonte.
Contudo, nem sempre foi assim.
Conforme se pode ver abaixo, os
números de flamingos presentes na zona
variaram fortemente ao longo dos anos.
Em 1990 e 1992 houve censos mensais.
© 2009 avesdeportugal.info - todos os direitos reservados.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites