Flamingos
O Portal dos Observadores de Aves - avesdeportugal.info
Observações de flamingos em Portugal.
Na lista seguinte apresenta-se o inventário de locais onde a espécie já foi
observada, indicando-se, em cada caso, a maior observação conhecida. Para
conhecer a lista completa de observações num dado local, clique no nome
respectivo.


ENTRE DOURO E MINHO

LITORAL CENTRO

LISBOA E VALE DO TEJO

ALENTEJO (zonas húmidas costeiras)

ALENTEJO (águas interiores)

ALGARVE
© 2009-2021 avesdeportugal.info - todos os direitos reservados
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
Os flamingos podem ser vistos de
norte a sul do país.

No mapa ao lado, retirado do site
eBird, representa-se a distribuição
desta espécie. Os rectângulos roxos
referem-se às unidades de distribuição
onde a espécie já foi observada.
Quanto mais escura a tonalidade, maior
a frequência de observação.

Assim, podemos ver que as manchas
mais escuras correspondem às grandes
zonas húmidas costeiras,
nomeadamente:
  • a ria de Aveiro
  • o estuário do Mondego
  • a lagoa de Óbidos
  • o estuário do Tejo
  • o estuário do Sado
  • a lagoa de Santo André
  • a lagoa dos Salgados
  • a ria de Faro (ria Formosa)
  • o sapal de Castro Marim

No interior do território a espécie é
menos frequente, mas existem
registos um pouco por todo o interior
alentejano.
Embora os flamingos possam ser vistos em Portugal ao longo de todo o ano, a
sua abundância e a frequência com que são observados apresenta grandes
variações.

No gráfico seguinte, igualmente obtido a partir do site
eBird, representa-se a
frequência de observação da espécie. Os valores indicados no eixo das
ordenadas refere-se à percentagem de listas completas em que a presença da
espécie foi registada.

Podemos verificar que a frequência de observação atinge o seu mínimo em finais
de Maio (frequência inferior a 2%) e o máximo nos meses de Setembro e
Outubro (com frequências acima dos 8%).